Com mais de dez mil carros/dia julho deverá ter o melhor resultado dos últimos 32 meses

Só agora, em julho, é que o mercado está reagindo ao incentivo do governo, que investiu quase R$ 2 bilhões para aquecer as vendas do setor automobilístico. As vendas começaram a crescer nos últimos dias de junho e neste mês estão passando de 10 mil unidades por dia.

Nos 15 primeiros dias úteis (até a última sexta-feira), foram comercializados 151.740 carros e comerciais leves e a expectativa é de que a última semana do mês tenha um desempenho ainda melhor. Se o prognóstico da Bright Consulting, se confirmar, será a primeira vez em 32 meses que as vendas ultrapassarão as 200 mil unidades mensais.

Em dezembro de 2020 foram vendidos 232.814 carros. A expectativa da consultoria é que julho chegue a 227,5 mil, passando, portanto, dos 200 mil, mas não superando as vendas daquele mês.

O crescimento está diretamente ligado à compra com desconto pelas locadoras, que adiaram a compra esperando o benefício. Tanto que as vendas diretas nos primeiros quinze dias úteis foram maiores do que as vendas no varejo: 52,4% pelas locadoras e 42,8% pelo consumidor final.