Fim do ano velho, início do ano novo. É boa hora pra comprar? Nesse período você pode encontrar boas oportunidades no mercado, sim, mas é preciso ficar atento porque tem situações que influenciam diretamente no preço, como o ano-modelo novo e o IPVA chegando.

Com metas a cumprir para o fechamento das vendas, muitas concessionárias acabam facilitando os negócios, oferecendo descontos, pagando um pouco mais pelo usado na troca, enfim, criando oportunidades para se librar do estoque e fechar 2022. Portanto é possível encontrar ofertas tentadoras.

Algumas concessionárias costumam atrair o cliente oferecendo “IPVA grátis”. Fique atento, pois o IPVA é recolhido de forma parcial, ou seja: ao comprar o carro em dezembro, por exemplo, o consumidor vai pagar somente 1/12 do valor do imposto. Portanto, se oferecerem IPVA grátis, certifique se a gratuidade é para (todo) o ano de 2023.

A propósito, fala-se que o IPVA de 2023 vai subir, em média, 11%. O imposto não vai subir, foi o seu carro que valorizou. O percentual do imposto não mudou: 2%, 3% ou 4%, dependendo do Estado: você vai pagar mais caro porque o seu caro está valendo mais.

Nesse período você pode encontrar à venda o modelo 2022 e o modelo 2023. A maioria das marcas já colocou no mercado a linha 2023, mas outras não. E em alguns casos a concessionária pode ter no estoque os dois ano-modelos. A melhor opção, sem dúvida é o modelo 2023, isso porque, na hora da revenda, daqui dois ou três anos, ela vai valar mais do que o modelo 2022. Isso porque, o que vale no mercado é o ano-modelo e não o ano de fabricação.

O raciocínio vale também pra quem vai comprar em janeiro e quando olhar o documento está lá que o carro foi fabricado em 2022. Qual é o problema nesse caso? Nenhum problema! Se o que vale é o ano-modelo, tanto faz quando o carro foi fabricado.